IGAI nunca fiscalizou o centro de imigrantes ″problemático″ onde Ihor morreu – Diário de Notícias – Lisboa

Na investigação à morte de Ihor, a IGAI encontrou ilegalidades e desumanidade no centro de instalação do SEF, mas, tendo há cinco anos poder de fiscalizar estes locais, nunca foi ao do aeroporto de Lisboa – o mais importante, onde acabou por morrer um homem.

Desde 2015 que a Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) tem a incumbência legal de fazer “inspeções sem aviso prévio” (ISAP) e a qualquer hora às instalações onde o SEF retém os estrangeiros …

Veja este artigo completo em dn.pt

Últimas notícias:

Mario Kart Live: Home Circuit transforma a sala de estar numa pista virtual em realidade aumentada – SAPO Tek