Maioria dos doentes com cancro retal pode evitar “cirurgia agressiva”, diz estudo – Açoriano Oriental

Um estudo internacional, envolvendo médicos do Centro Clínico Champalimaud, indica que doentes com cancro retal poderão ser submetidos a um tratamento que evite a “cirurgia agressiva”, reduzindo o peso da doença na sua qualidade de vida.

Veja este artigo completo em Acorianooriental.pt

Últimas notícias:

Mario Kart Live: Home Circuit transforma a sala de estar numa pista virtual em realidade aumentada – SAPO Tek